terça-feira, 11 de maio de 2010

Andréa Carvalho

SUPER SÉRIE
Aqui se trata de alternar, em seqüência e sem pausa, dois exercícios para músculos antagonistas. Por exemplo: uma rosca direta para o bíceps e uma extensão tríceps. Ou extensão do joelho, para o quadríceps, e flexão dos joelhos, para os crurais. Ou ainda, um desenvolvimento supino, para o peitoral, seguido de uma remada, para as costas.
Dois exercícios seguidos para o mesmo músculo não caracterizam uma super série, tecnicamente falando. Mas os atletas têm se limitado a alternar dois exercícios, sem observar se são músculos antagonistas, ou não, passando a chamar este procedimento de "superseriar".
Não obstante, ambas as técnicas têm dado excelentes resultados, desde que seja controlado o volume total do treinamento. Como vimos, quanto mais alta for a intensidade do treino, menor será sua duração.
Normalmente, o procedimento de superseriar os exercícios ajuda a romper um período de estancamento. As mudanças são fundamentais para o progresso em musculação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário